7 dicas para trabalhar com equipes remotas

Criar um modelo de trabalho para equipes a distância pode otimizar custos para empresas e fazer com que as tarefas fluam com mais agilidade.

Publicado por Equipe Westcon em 25/05/2016

        

7 dicas para trabalhar com equipes remotas

Empresas que optam pelo modelo remoto de trabalho sabem que trabalhar de qualquer parte do mundo hoje é sinal de eficácia. Com estações de trabalho remotas é possível identificar quais os melhores perfis de colaboradores para formar uma ótima equipe, trabalhando em cidades, estados ou até países diferentes, realizando tarefas com um grande know-how.

Podemos dizer que há desvantagens neste modelo em relação aos horários para reuniões por exemplo, mas há diversos outros benefícios que fazem a diferença, como a ajuda da tecnologia, atuando de forma crucial com ferramentas avançadas de colaboração. Um ótimo exemplo é o Office 365 e o Microsoft Azure, softwares completos para todos os tamanhos de equipes e demandas.

Pensando na agilidade do seu time, selecionamos sete dicas abaixo para ajudar gestores e colaboradores a ganhar em produtividade, foco e motivação:


1. Tenha uma boa estrutura

Apesar de ser um modelo extremamente mais econômico do que o alocado, o home-office ou o coworking - o novo estilo de trabalho remoto no qual há salas com espaços alugados para colaboradores de empresas distintas - é preciso disciplina e atenção para funcionar corretamente. Um bom computador, conexão banda larga de internet e programas em Nuvem como o Office 365 são fundamentais no dia a dia. Do contrário, quanto mais dificuldade o colaborador encontrar em seu dia a dia, menos motivado ele vai sentir para exercer suas tarefas. 


2. Estude o perfil do colaborador

O gestor precisa ter em mente que estará lidando com pessoas ímpares, vindas de diferentes contextos, com ideias diversas e comportamentos igualmente distintos. O fundamental é estudar o perfil de cada candidato a colaborador, perguntar sobre seu estilo de vida, suas motivações e experiências. A partir deste aprofundamento é possível visualizar uma futura parceria bem ou mal sucedida com cada um. Identificar quem é mais apto a trabalhar em ambiente físico tradicional sob pressão e quem tem disciplina suficiente para cumprir planejamentos de forma remota. 


3. Avalie resultados

O trabalho a distância tem grandes resultados quando é  possível mensurar o rendimento fora do escritório. Itens que ajudam o gestor a ter uma visão ampla do cotidiano da equipe é ter métricas para medir os resultados de cada colaborador ou cada equipe. Se os objetivos forem atingidos nas avaliações periódicas, significa que está no caminho certo. Se não, é hora de rever algumas estratégias. 


4. Defina metas

Dar aos funcionários remotos uma independência adicional pode ser um passo positivo, pois cada um pode estabelecer como trabalha melhor. No entanto, o principal é apresentar a eles tarefas claras e metas atingíveis. Se os funcionários remotos não tiverem clareza quanto ao que é preciso fazer diariamente, o risco da distração e da falta de concentração é muito maior.


5. Equilíbrio

Algo que nunca é demais na vida profissional é equilíbrio. Agendar encontros presenciais é importante para garantir a identificação do funcionário com a cultura corporativa e o alinhamento com os ideais da empresa, assim como a promover a sua integração ao corpo de funcionários. Além disso, o encontro presencial promove a troca de ideias e experiências, rica para arejar conceitos e estimular os processos criativos. Caso não seja possível encontrar-se pessoalmente, o Skype for Business faz videoconferências com múltiplos usuários com excelência, proporcionando a equipes e profissionais individuais estarem em um mesmo ambiente, conectados. 


6. Estimule a comunicação

Esteja sempre em contato. Aqui, novamente o Skype For Business é importante para ter acesso à produção diária ou semanal da equipe remota. Além de estarem por dentro do que acontece na empresa, todos os envolvidos terão uma ótima economia em chamadas, deslocamentos e envio de documentos, que poderão também serem feitos através do comunicador.


7. Incentive a rotina

Estimule os colaboradores a respeitar o período de trabalho. Se for de oito horas por dia, determine o horário de almoço, de descanso, de início e final da jornada de trabalho. O respeito à vida pessoal, com família e amigos é de igual importância para o bem estar mental de cada um. Assim, evita-se horas extras desnecessárias, desperdício de tempo e estresse por falta de controle do tempo.



CTA

Comentários

Não há comentários para esse post, seja o primeiro a comentar.
Comentários são aprovados antes de serem publicados.

Comente